Saeb 26 de Setembro de 2019

Divulgação dos resultados por escola depende da taxa de participação dos estudantes por etapa avaliada

Representantes das secretarias de educação estaduais e do Distrito Federal, bem como os indicados pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) de cada estado participam da 1ª Reunião de Interlocutores das Avaliações da Educação Básica 2019. A articuladora do encontro é a Diretoria de Avaliação da Educação Básica (Daeb) do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), que sedia a reunião nesta quinta e sexta-feira, 26 e 27 de setembro.

Os interlocutores são os parceiros estaduais do Inep na disseminação das informações sobre as avaliações da educação básica. Diante das novidades e das alterações aplicadas no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) para a edição de 2019, que já se encontra em fase de resposta aos questionários pelos gestores educacionais, os interlocutores auxiliarão o Inep no processo de divulgação das informações em suas respectivas unidades federativas. Na 1ª Reunião de Interlocutores, pesquisadores e coordenadores do Instituto detalham a Portaria nº 366, de 29 de abril, que estabelece as diretrizes para a realização do Saeb em 2019.

Saeb por escola - Um dos objetivos do encontro é chamar a atenção dos representantes locais para a importância da taxa de participação de, pelo menos, 80% dos estudantes matriculados, por etapa avaliada, nos testes aplicados pelo Inep. Só assim, cada escola poderá conhecer o resultado obtido por seu estabelecimento de ensino na série avaliada. Caso a escola não atinja a taxa, os resultados serão contabilizados para o cálculo estadual, mas não poderão ser disponibilizados de maneira individualizada. É importante destacar que a taxa de participação é calculada com base nos dados declarados por cada escola no Censo Escolar da Educação Básica.

Inovações 2019 - Este é o primeiro ano de aplicação de questionários eletrônicos para diretores de escolas e secretários de educação. 80 mil destinatários já receberam os e-mails com os links dos formulários, incluindo os gestores dos estabelecimentos de educação infantil, que participam da coleta de forma amostral e inédita. Outra novidade é a aplicação de provas de ciências humanas e ciências da natureza para alguns estudantes do 9º ano, além da avaliação da alfabetização para alunos do 2º ano do ensino fundamental.

Ações Internacionais - Os pesquisadores e coordenadores do Inep farão uma explanação sobre as avaliações internacionais. O Inep é o responsável pela aplicação e divulgação de resultados do Estudo Regional Comparativo e Explicativo (Erce), do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) e do Progress in International Reading Literacy Study (Pirls). O Brasil aderiu ao Pirls neste ano, que avalia as capacidades de leitura e compreensão de textos para estudantes do 4º ano do ensino fundamental.

Saeb – O período de aplicação das provas do Saeb será compreendido entre 21 de outubro e 1º de novembro de 2019. As avaliações de língua portuguesa e matemática serão para todos os estudantes de 5º e 9º anos do ensino fundamental e de 3ª e 4ª séries do ensino médio das escolas públicas. Para preservar a comparabilidade e a série histórica do Saeb, o conteúdo será baseado na matriz vigente. Uma amostra de estudantes do 9º ano de escolas públicas e privadas fará os testes de ciências da natureza e ciências humanas com referência na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada em 2017. A BNCC também será a referência para a avaliação inédita dos alunos do 2º ano do ensino fundamental, selecionados, de forma amostral, entre escolas públicas e privadas.

Acesse a página do Saeb

Acompanhe todas as notícias do Saeb

Veja a Portaria nº 366, de 22 de abril de 2019