Censo Escolar Censo da educação superior 26 de Maio de 1999

Aumenta o número de professores com mestrado e doutorado

A rápida expansão da matrícula está elevando o número de professores no ensino superior. Em 1990, havia 131.641 professores em exercício em todas as instituições. Em 1998, já eram 165.122, de acordo com os dados do Censo do Ensino Superior do último ano, realizado pelo Inep.

Mesmo assim, nota-se uma constante melhora na qualificação desses professores. No período de 1990 a 1998, o percentual de professores sem pós-graduação caiu de 34,5% para 18,7%. O de professores com especialização teve uma pequena alta, elevando-se de 31,6% para 34,9%. Já o número de professores com mestrado variou de 21,1% para 27,5% e o de professores com doutorado, de 12,9% para 18,8%.

"Esses dados provam que o crescimento acelerado do ensino superior não vem se dando às custas da deterioração da sua qualidade. Ao contrário, a melhoria do perfil do corpo docente mostra que existe uma grande preocupação com a elevação do padrão de ensino", destacou o ministro da Educação, Paulo Renato Souza.

"Em oito anos, o sistema ganhou 16.029 novos professores com especialização, 17.632 novos professores com mestrado e 14.061 novos professores com título de doutorado. Sem contar aqueles que se aposentaram e foram substituídos por outros com o mesmo nível de qualificação", acentuou.

As instituições públicas, considerando os três níveis de governo, têm professores mais qualificados que as particulares: 28,1% dos docentes das públicas possuem doutorado, contra 9,3% das particulares. Com mestrado, são 30% nas públicas e 25,1% nas particulares. Com especialização, são 24,8% nas públicas e 45,3% nas particulares. E sem pós-graduação, são 17,1% nas públicas e 20,3% nas particulares.

Evolução do Número de Funções Docentes em Exercício por Dependência Administrativa - Brasil 1980-1998

Ano

Total

Federal

Estadual

Municipal

Particular

1980

109.788

42.010

14.141

4.186

49.451

1981

113.899

43.734

15.462

5.723

48.980

1982

116.111

43.866

16.566

6.015

49.664

1983

113.779

42.974

16.334

5.496

48.975

1984

113.844

41.818

17.407

5.020

49.599

1985

113.459

42.087

17.392

4.970

49.010

1986

117.211

42.768

19.099

5.378

49.966

1987

121.228

44.179

20.330

4.847

51.872

1988

125.412

44.548

21.732

4.109

55.023

1989

128.029

43.397

22.556

4.142

57.934

1990

131.641

44.344

23.224

4.336

59.737

1991

133.135

43.404

23.784

4.935

61.012

1992

134.403

41.564

24.554

6.124

62.161

1993

137.156

42.304

23.963

6.327

64.562

1994

141.482

43.556

25.239

6.490

66.197

1995

145.290

44.486

25.932

5.850

69.022

1996

148.320

42.110

26.064

6.492

73.654

1997

165.964

50.059

27.714

6.818

81.373

1998

165.122

45.611

30.621

7.506

81.384

98/94 (%)

16,7

4,7

21,3

15,7

22,9

Fonte: INEP/MEC

Distribuição Percentual dos Docentes por Grau de Formação Brasil - 1990/1998

Grau de Formação

1990

1996

1997

1998

Total

100%

100%

100%

100%

Sem Pós-Graduação

34,5%

22,5%

20,7%

18,7%

Especialistas

31,6%

36,4%

36,5%

34,9%

Mestres

21,1%

24,9%

26,4%

27,5%

Doutores

12,9%

16,2%

16,3%

18,8%

Fonte: INEP/MEC

Assessoria de Comunicação do Inep