Encceja 16 de Setembro de 2019

Inep aplica o exame em 12 países para residentes no exterior

Jovens e adultos brasileiros que não concluíram os estudos na idade apropriada e moram em outro país tiveram, neste domingo, 15 de setembro, a oportunidade de ir em busca da certificação no ensino fundamental ou no ensino médio. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) aplicou, em 18 cidades de 12 países, o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos residentes no exterior (Encceja Exterior). As provas transcorreram dentro da normalidade e sem ocorrências significativas nos locais de aplicação.

Brasileiros que residem no exterior e cumprem penas privativas de liberdade também terão a oportunidade de buscar a certificação. O Encceja Exterior PPL será aplicado até o dia 27 de setembro, somente em Tóquio, no Japão. O exame para privados de liberdade é aplicado pelo Inep, autarquia vinculada ao Ministério da Educação, em parceria com o Ministério das Relações Exteriores.

Para participar de qualquer modalidade do Encceja é preciso ter, no dia da prova, pelo menos 15 anos de idade, no caso de quem busca a certificação do ensino fundamental; e 18 anos completos, para quem busca a certificação do ensino médio.

Encceja Nacional PPL - O Inep também está se preparando para a aplicação do Encceja Nacional PPL, que será em 8 e 9 de outubro. Esta modalidade do exame é destinada a pessoas que cumprem, no Brasil, penas privativas de liberdade e jovens sob medida socioeducativa. As provas são aplicadas em parceria com o Ministério da Justiça, por meio do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). A inscrição e a certificação desses participantes são atribuições do responsável pedagógico das unidades prisionais e socioeducativas que participam do exame.

Acesse o portal do Inep

Veja mais informações sobre o Encceja