Institucional 01 de Outubro de 2019

Inep apresenta instrumentos de políticas públicas de educação a mantenedoras católicas

O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, participou, nesta terça-feira, 1º de outubro, da 11ª Assembleia Geral Ordinária da Associação Nacional de Educação Católica (Anec), em Brasília (DF). A assembleia é parte do 12º Fórum Nacional de Mantenedoras, realizado anualmente com o intuito de discutir o cenário atual com as organizações educacionais católicas do país.

Durante o evento, Alexandre Lopes apresentou as políticas públicas para a educação básica e superior que o Inep empreende, de forma vinculada ao Ministério da Educação. O presidente reforçou o empenho do instituto em busca de melhorias na educação brasileira. “Seguimos trabalhando incessantemente no esforço e dedicação para o aprimoramento de nossas políticas, sempre buscando formas de melhorar nossos indicadores, reformulando o que for necessário”, garantiu.

O Inep é o responsável pelas principais avaliações, exames e indicadores da educação brasileira, como o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), o Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb), o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) e, ainda, o Censo da Educação Básica e da Educação do Superior.

Programas e políticas - Alexandre Lopes detalhou as mudanças no Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) para a edição de 2019, entre elas, a inclusão da creche e da pré-escola na avaliação. “O Saeb é fundamental para termos uma visão ampla de todas as etapas de educação”, frisou o presidente. Maior avaliação educacional do país, o Saeb faz o retrato da educação básica nacional por meio de testes e questionários.

O público também acompanhou a explicação detalhada a respeito do cronograma de implantação do Enem Digital, que terá aplicação-piloto em 2020. Haverá um período de aprimoramento do modelo até a eliminação da prova em papel, em 2026.